sábado, setembro 24, 2005

Casa Peix, Aragão, Espanha.

Fica no norte de Aragão, a caminho dos Pirinéus, em estrada secundária que só aparece nos mapas mais pormenorizados. A aparência exterior é discreta, modesta, até. Mas já foi visitado pelo Rei Juan Carlos, cuja fotografia se exibe na parede do átrio da entrada.

Deve o seu nome ao facto de estar na beira do rio Isábena, porque aquilo que o chef verdadeiramente recomenda, em geral, é carne. Além disso, para entrada, tapas. Enchidos, salada de azeitonas e cebola de vinagrete e salada de favinhas com polvo e lulas. Depois, costeleta de vitela na chapa, com pimentos e verduras. De sobremesa, sopa de morangos temperada com gelado de menta Os nomes dos pratos, há que descobri-los na criatividade dos rótulos que se lhes atribuem na ementa.

Em surdina, jazz que não se sobrepõe à musica murmurante do rio a correr, em baixo, cinco metros por debaixo da varanda, por entre pedregulhos de granito. A música compõe a sofisticação, criando um ambiente requintado, mas sóbrio.

A Casa Peix (que também é hotel) fica na pequeníssima povoação de Serraduy, Huesca, Espanha, na Estrada A-1605, entre Barbastro e Viella (telefone +34.974.54.44.30).

Sem comentários: