quinta-feira, setembro 15, 2005

A Porta de Brandenburgo, Berlim.

A Porta de Bandemburgo, ou Brandenburger Tor, talvez o mais conhecido ícone do Berlim moderno, foi também durante muito tempo o símbolo da separação da cidade em duas, pelo Muro. Ficava em terra de ninguém, na antiga zona da Alemanha de Leste, inacessível de ambos os lados.

De novo, para os tempos que correm, a Porta de Brandemburgo foi aberta, permitindo a passagem entre os antigos sectores leste e oeste da cidade, a 22 de Dezembro de 1989, um mês e meio depois da queda do Muro de Berlim.

É uma construção em pedra calcária do final do século XVIII e destinou-se a ser uma das portas de entrada na antiga cidade.Nesta zona, terminal de duas das grandes avenidas de Berlim, a Unter den Linden do lado leste e a Strass des 17 de Juni do lado oeste, estão instaladas uma boa parte das novas embaixadas de países estrangeiras. Em sinal de modernidade, aliás, boa parte dos países optaram por construir embaixadas de arquitectura de vanguarda. É o caso do conjunto das embaixadas dos países nórdicos, construídas em pedra, madeira e aço, representativos dos materiais locais, ou o caso do impressionante conjunto granítico da embaixada do México.

Sem comentários: