quarta-feira, outubro 19, 2005

Jardim Botânico de Lisboa


Visitar o jardim Botânico da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa é uma experiência fora de tempo: o ambiente é de selva civilizada, arrumada e catalogada como nos livros do Tintim. Parece estar sempre para aparecer, detrás de um arbusto, o Professor Trifólio Girassol. Cada árvore tem uma placa identificadora pendurada no tronco. Estas placas metálicas dão conta do nome científico de cada espécie, o qual nem sempre tem tradução em português: magnolia grandiflora, ficus macrophyla, ginkgo biloba, taxus baccata, cycas revoluta, ficus sycomorus, cinnamomum camphora, Draceana Draco

O jardim está aberto todos os dias, das 9 às 18 horas (no verão fecha às 20). Aos sábados, domingos e feriados abre às 10 horas.
A entrada é paga e custa 1,5 € (para crianças e idosos, 0,6€).
É recomendável comprar o mapa roteiro, por 0,3 €.

1 comentário:

TR disse...

Já lá não vou há imenso tempo também. Parece-me que é pouco visitado, ou pouco conhecido... Fui lá tb ao fim de semana e não estava lá ninguém. Fiquei com essa sensação.
Outro sítio deste género que vale a pena visitar é o Jardim Botânico da Ajuda, onde o Guterres fez a sua festa de casamento com a Catarina Vaz Pinto. É um sítio igualmente bonito, muito embora seja um jardim muito inglês, muito formatado, digo eu. Os predios e uma antiga estufa que lá existiram estão completamente degradados, o que faz alguma impressão... Nunca fui ao restaurante que lá existe, embora digam que é muito bom, mas muito caro. Eu, não sei uma coisa nem outra.

Vi o seu comentário no meu blog, mas o seu link não nos leva a nenhum dos seus blogues. Penso que deveria ver o que se passa...

TR