terça-feira, junho 03, 2008

Universidade de Harvard, Boston, Estados Unidos da América

Já foi há algum tempo que o viajante foi em peregrinação a Harvard, no Estado norte-americano de Massachusetts. Peregrinação porque calcorreou a pé os três quilómetros que separam Cambridge, na periferia de Boston, do centro da grande capital da Nova Inglaterra. E peregrinação também porque - não esconde -, foi com emoção que procurou uma de entre a meia dúzia de mais prestigiadas universidades do mundo. O percurso de Boston para Cambridge, onde fica Harvard, revela subúrbios muito civilizados de uma das menos antipáticas cidades americanas. O ambiente é quase europeu.

Já a universidade, sem deixar de impressionar, mostrou-se muito diferente daquilo que o viajante, pouco familiarizado com os padrões transatlânticos, esperava de um tão importante nome. Na verdade, a universidade é toda ela formada por um conjunto de pequenos e até discretos edifícios, cor de tijolo, rodeados de jardins e árvores frondosas, sem que deste conjunto se destaque demasiado qualquer deles. Nenhum é solene, imponente ou sequer muito maior que os restantes. O ambiente é por isso marcado pela discrição e pela harmonia. Sem estar à espera de tanta quase modéstia, descobriu aqui o viajante a verdadeira essência da nação americana: para nada importa ter edifícios grandiosos ou obras de fachada imponente. A verdadeira riqueza está no Homem e na sua obra.
A esta filosofia, a mais antiga universidade dos Estados Unidos junta a procura do progresso pelo desenvolvimento do conhecimento, na literatura, nas artes e na ciência, pondo todas ao serviço da educação da juventude, de espírito aberto à inovação e com liberdade de criação e expressão.
Em Harvard confere-se uma vasta gama de graduações universitárias, do direito à medicina, passando pela engenharia ou pela gestão.


Em 1636, John Harvard, um pastor protestante, doou a sua biblioteca e metade das suas propriedades para a criação de um colégio, à imagem dos colégios universitários ingleses da época. Este tomou então o nome de Harvard College, em homenagem ao benemérito fundador. Ocorreu esta fundação apenas 16 anos após o estabelecimento no Massachusetts da segunda colónia de europeus em terras norte-americanas (o primeiro estabelecimento fixo de colonos data de 1607 e ocorreu na Virgínia). A história de Harvard é por isso inseparável da própria história dos Estados Unidos da América.
Aliás, desde então, é possível encontrar antigos estudantes de Harvard em todos os grandes momentos da história do país. Sete dos seus antigos presidentes (com destaque para John Fitzgerald Kennedy) estudaram aqui. De Harvard saíram também, até agora, mais de 40 laureados com Prémio Nobel.
A vida real, em Harvard, não é igual à dos clássicos filmes sobre os elitistas universitários da costa leste e o campus universitário não é tão edílico como se mostra no cinema. Mas não está muito longe.

9 comentários:

francisco disse...

Eu tenho 51 anos, recém-formado em Ciências Contábeis, com experiência na área de perícia, consultoria e auditoria financeira. Estou no sistema financeiro por mais de 31 anos. O meu grande sonho é fazer uma pós graduação em auditoria internacional em Harvard. Para isso vou estudar muito inglês, formar os meus dois filhos em Medicina e daqui a 6 anos -- HARVARD, PODE ME ESPERAR!

abulai sonco disse...

sou abulai sonco guineense de bissau contabilista medio formado em cuba, o meu maior sonho do mundo e para estudar no harvard, mais nao tenho possibilidade e veio junto a direccao da escola para me coenceder vaga para poder por o nome do meu pais no mais alto nivel, bendito a valia.

pedro disse...

Tenho apenas 17 anos e já sonho com uma carreira brilhante e de muito sucesso, espero tambem um dia estudar em Harvard.Sei que quem acredita consegue, Harvard pode me esperar!

priscilla disse...

Tenho apenas 11 anos mas meu sonho é ir para a faculdade de havard e quero fazer o curso de perita criminalistica sei que sou bem nova paa pensar ja na minha vida mas quero lutar que o meu sonho vire realidade entao vou estudar muito inglês.Havard me espere sei que moro no brasil e é um pouco longe mas nao importo entrarei ai!

Suzana disse...

Tenho 13 anos e meu grande sonho é estudar um Harvard e pretendo ser uma futura Desembargadora.HARVARD QUE ME ESPERE, É PRA LÁ QUE EU VOU!!!

Maria Cecília disse...

Mulher, brasileira, mulata, latina americana. Meu nome Maria Cecília estudante de 13 anos. Formo-me este ano no 9ºano do ensino fundamental II. Minha meta estudar em havard a maior universidade do mundo. Penso muito no que é estudar para mim e o que é estudar em havard, ontem minha mãe sonhava em fazer faculdade e hoje eu sonho em fazer faculdade na maior universidade do mundo. Eu espero um dia estar em havard não porque quero, mas porque mereço.

tayná santos disse...

oi quero ser cerurgia plastica e meu sonho é estudar na havard entao havard que me espere por que é pra lá que eu vou !!!!!!

Rafael Fernando disse...

sou cidadao moambiacano de 44anos, residente em maputo. fiz bacharelato em planificacao. muito interessado em cria amizade com docentes muito ligados aos cursos de minitoria e avaliacao. de qualquer universidade americana. visto que estou muito interessado em fazer licenciatura a distancia do curso a cima supracitado

Marcio Vieira disse...

Meu nome é maciano vieira aquino, tenho 24 anos de idade atualmente estudando ciências contábeis em faculdade de ensino superior, pretendo terminar meu curso depois fazer especialização na área, depois pretendo fazer inglês e futuramente também estudar na universidade de Harvard nos Estados Unidos, por isso me aguarde porque pretendo lutar muito por isso.