domingo, maio 04, 2008

Sveti Stefan, Montenegro

Bem sabe o viajante que as máfias internacionais – em particular a russa –, têm escolhido a nova e independente República de Montenegro, para lavar o seu dinheiro sujo. Bem sabe também o viajante que o negócio imobiliário e hoteleiro é dos melhores para quem tem propósitos desta natureza. Consabidamente, Montenegro é desde o tempo da monarquia (de ambos os países) um tradicional aliado da Rússia. Conta-se até a anedota de alguém que pretendia que um cidadão local lhe dissesse, afinal, quantos montenegrinos havia. A resposta terá sido uma pergunta: “com russos ou sem russos”?
Nada disto tem que ver com Sveti Stefan (traduzido em português por Santo Estêvão), uma pequena ilha na costa adriática de Montenegro, que ainda há meia dúzia de décadas era uma aldeia piscatória. Durante o “titismo”, ainda no tempo da antiga Jugoslávia, todas as casas foram expropriadas e reconstruídas, para dar origem a um hotel de luxo. Portanto, toda a ilha é hotel. Dizem os guias que entretanto se degradou e o serviço não corresponde ao estatuto que deveria ter, razão pela qual o governo montenegrino decidiu conceder a exploração do local a um novo concessionário, ligado a um grupo económico asiático.
A ilha-hotel de Sveti Stefan (www.budvanska-rivijera.co.yu) fica cinco quilómetros a sul de Budva, próxima da estrada costeira que liga esta cidade a Bar. O acesso à ilha, em tempos apenas possível na maré baixa, está agora cimentado e regularizado. Não se sendo hóspede do hotel, o acesso à ilha é pago (7€). O alojamento no hotel custará entre 100 e 300 € por noite.

Sem comentários: