quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Madrid


A língua é sempre uma das dificuldades da viagem. Ou um dos aliciantes; depende do local e das circunstâncias. Há povos e países que procuram entender os viajantes e fazer-se entender e outros a quem falta a boa vontade ou o jeito. Em Espanha, por exemplo, mais vale tentar falar a língua local.
Mas mesmo assim, desta vez, a da fotografia, no Metro de Madrid, teve o viajante alguma dificuldade em encontrar o sentido certo e evitar que se perdesse algo na tradução. Mas se não está em erro, nesta “papelera” era proibido deitar papéis.

Sem comentários: